EU sou UMBANDISTA !!!

A identidade de "umbandista" na maioria das vezes é algo que deve ser criado, por meio de cultura, informação e fundamentação da fé religiosa na Umbanda. Se o praticante, adepto ou frequentador não se sentir "umbandista" não irá criar para si esta identidade. Temos ainda um problema no Brasil, a Igreja católica criou a identidade de "católico" mesmo para quem não frequenta e não acredita no catolicismo. Assim as pessoas acreditam que ser católico não tem nada a ver com crença e sim com um rótulo, uma forma de etiqueta, que lhe foi colocado por meio do batismo e que só pode assumir outro "rótulo" se passar por uma "desrotulação" e nova rotulação. Um problema, afinal pertencer a uma religião de fato tem a ver com sua crença, sua fé, seus valores, sua verdade e claro, com certeza, sua pratica.

E assim temos milhares ou milhões de pessoas que acreditam na Umbanda, frequentam a Umbanda, tem sua verdade na Umbanda, encontraram seus valores na Umbanda e ainda carregam um rótulo de católico. Afinal este é um rótulo de comodidade, ao se afirmar católico evita-se qualquer conversa sobre religião, não há mais nada a ser dito. Caso alguém queira questionar se encerra o assunto dizendo que é católico não praticante e que inclusive é "um pouco" espiritualista ou esotérico.

Agora para afirmar uma identidade Umbandista é preciso saber explicar o que é Umbanda, é preciso estar pronto para as reações mais preconceituosas, é preciso ter sua fé fundamentada, é preciso estar seguro do que é a Umbanda. Para afirmar esta identidade é preciso mais que apenas frequentar é preciso conhecer. A Umbanda não deve vir como um rótulo. Muitos procuram a Umbanda e querem logo se batizar para trocar de rótulo e quando lhe perguntam sua religião dizem: sou umbandista, batizado e confirmado!

Seja sim umbandista, mas não carregue isso como um novo rótulo, seja umbandista por amor, consciência e conhecimento de causa. Seja umbandista por reconhecer sua verdade na Umbanda, seja umbandista por crer na Umbanda, seja umbandista por viver a Umbanda de corpo, alma e coração.

Quando isto acontecer de fato, então, encha o peito de ar e diga com todas as letras de forma bem aberta e clara, com orgulho: EU sou UMBANDISTA !!!

Por Alexandre Cumino